13 de agosto de 2015

Ano novo, vida nova | Parte I: O Curso

A única pessoa que você está destinada a ser é aquela que você decide ser.
Frase um pouco fora de época? Sim, sim, concordo. Mas não tem outra que possa definir sobre o que vou falar no post de hoje, 2015 foi e realmente está sendo o ano de muitas experiências novas para mim. Como falei nesse post muita coisa aconteceu enquanto estive em off e que pouco a pouco explicaria tudo para vocês. E aproveitando o pedido de um(a) leitor(a), estou aqui.

"Queria pedir que fizesse um poster dizendo como foi conseguir o curso que vc sempre sonhou, como fez para alcançar suas metas, como conciliar estudos com família amigos e principalmente amor... gostaria que falasse sobre isso" Querido(a) leitor(a), seu pedido é uma ordem! 

Decidi dividir o post em 2 partes, essa que vou contar a minha saga para decidir o curso até estar de fato na faculdade e outra, que vou falar mais do lado emocional da coisa toda.

Em primeiro lugar sou muito grata a Deus por permitir que eu esteja vivendo tudo isso que foi muito além do que eu pude imaginar. E principalmente a meus pais, pelo apoio, pela confiança e pelo investimento em mim. Afinal, sem a ajuda deles, nada, nada disso seria possível. Eu realmente espero poder recompensá-los por todo esse esforço. vou guardar as palavras pra escrever nos agradecimentos do convite da formatura kkkkk

{O CURSO}

Desde pequena eu tinha na cabeça que o meu curso dos sonhos era Medicina Veterinária, mas depois de ter passado um semestre cursando Enfermagem, me desiludi um pouco. Parei para pensar: "nunca quis cursar Medicina, e Veterinária não deve ser muito diferente" a não ser claro que uma cuida de humanos e a outra de animais. E Arquitetura depois de um tempo, sempre esteve paralelo a isso, por conta dos desenhos, por me identificar muito com decoração, inclusive quero focar nessa parte futuramente.

Fiz o ENEM três vezes. Com a nota do primeiro, passei em Enfermagem na UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), em Jequié mesmo e como falei acima, cursei por um semestre. O segundo, só fiz por fazer, pois ainda estava no meio do semestre de Enfermagem. Foi quando eu decidi jogar tudo para o alto, voltar para o cursinho e correr atrás do que eu realmente queria: Medicina Veterinária.

Deu tilt né? kkkkk eu sei, eu sei... Mas vou confessar uma coisa, se pudesse cursar os dois ao mesmo tempo, eu cursaria. e depois disso ficaria louca kkkk 

Também está com dúvidas sobre como escolher o curso certo na faculdade? Pode ler esse post do blog Cinderalizar.

Enfim, fiz o ENEM pela terceira vez e na hora de escolher o curso no SISU, meu coração estava completamente dividido, mas o fato de pensar que Veterinária não fosse muito diferente de Medicina e que eu não ia me dar bem com algumas matérias, ecoava em minha mente. Então coloquei lá na minha primeira opção Arquitetura e Urbanismo, no único lugar que tem aqui na Bahia, a UFBA o terror dos vestibulares. Como eu tinha certeza absoluta que não era páreo para a UFBA, corri atrás de outros meios né, usei a mesma nota no ProUni e consegui a bolsa integral para estudar na UniFACS que é uma faculdade particular de Salvador no curso de Arquitetura também. Enquanto isso, meu nome estava na lista de espera da UFBA, por que afinal a esperança é a última que morre.

Me mudei para Salvador, e comecei minha rotina na FACS, fiz meus primeiros novos amigos, já estava me acostumando com os novos professores e à realidade da faculdade e uma semana depois, mais uma vez, a vida me surpreendeu com uma aprovação na UFBA (Universidade Federal da Bahia).  EU, DOMINIQUE, PASSEI NA UFBA????? É ISSO MESMO PRODUÇÃO?

A notícia veio através de uma das colegas da Facs, que também estava na lista de espera. Eu, já desacreditada, nem me dei ao trabalho de olhar. GENTE, NÃO FAÇAM ISSO NÃO, OLHEM A LISTA DE ESPERA EVER!! Com Enfermagem foi a mesma coisa, fiquei sabendo por uma colega. Entrei no site e meu nome estava lá!! Eu não sabia se ria, se chorava, comecei a tremer, alguns amigos me ligaram para me dar os parabéns e eu em choque. É uma sensação indescritível. Eu que me subestimava, que não me achava capaz... e Deus me deu essa oportunidade!

Se tem alguém aí enfrentando esses dilemas também, não desista e acredite viu?! Acredite em você mesmo e tenha fé! Por que eu, a dois anos atrás não imaginaria nunca na vida que eu passaria por tudo isso e chegar onde cheguei, sei que ainda não estou nem na metade de tudo o que tem pra acontecer (metade?? só se for metade do semestre né, porque essa greve quebrou todo mundo kk)

No início, bateu aquela dúvida né: "e agora vou ou não?" Porque, afinal eu tinha bolsa 100%, estava numa boa faculdade também. Mas todo mundo me dizia "Nique, pensa no seu diploma! Federal é FEDERAL! Tem greve? Tem. Pode atrasar um pouco? Pode. Mas o conhecimento que você vai adquirir lá, as portas que vão se abrir para você, não tem comparação!"

Então eu fui, APAVORADA, mas fui e até agora tô sobrevivendo bem kkkk. Como entrei sem criar muitas expectativas, não sabia mesmo o que esperar do curso, mas até agora estou gostando. Na verdade, é muito mais artístico do que eu pensava, mas tem muita água, ou melhor, plantas, projetos, maquetes pra rolar ainda! 

No site Referência Arquitetura que acabou de entrar para os meus favoritos tem um post bem interessante explicando sobre o curso de Arquitetura, do que você precisa e tals, pra ver é só clicar aqui.

Ahhh, quase ia esquecendo! Para completar essa onda de surpresas, coloquei minha nota no SISU 2015.2 só pra ver se "um raio caia no mesmo lugar duas vezes", mas dessa vez para Med. Veterinária na UFBA também e meu nome saiu na lista da segunda chamada! Meu coração ficou bem dividido mas essa vai ficar para daqui a 4 anos.

É necessário sempre acreditar que o sonho é possível. Que o céu é o limite e você é imbatível!

10 comentários:

  1. Qual foi sua nota no enem que fez vc passar em arquitetura ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem lembro direito kk, foi uns 648.. Passei na terceira chamada. No sisu tem muito disso, muita gente se inscreve onde a nota de corte está baixa, a gente mesmo faz isso e coloca pra uma faculdade lá no Tocantins e nem vai. Então muita gente passa, mas não se matricula. Claro que é bom estudar bastante e tirar uma nota alta pra ter a vaga garantida e não ficar na pendenga que nem eu kkkkk

      Excluir
    2. E vc tem cota? Quanto foi mais ou menos a nota de sua redação?

      Excluir
    3. Sim sim, pelos 3 anos de Ensino Médio em instituição pública e me recomendaram a por também na de pardo (porque afinal, a maioria da população brasileira é parda). Minha nota da redação foi uoor, 600, o que me "salvou" foi a nota de matemática que foi uns 704. É bom ter uma boa nota em redação pq ela vale p qualquer curso né, mas a depender da área que vc quer, humanas ou exatas aí as outras matérias tem pesos diferentes.

      Excluir
  2. Parabens Nique!!! Você merece tudo aquilo que lutou!! Seja bem vinda à arquitetura!! É desgastante, mas um curso muito bom! Fico feliz que vc tenha voltado ao blog, pensei que tinha parado kkk
    Beijos e aproveite muito essa fase boa que vc está passando! Estou aqui para o que precisar :)

    www.kacomk.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigaaadaa Ka!!! Desejo muito sucesso pra você também! Quem sabe a gente não se esbarra nesse mundo da arquitetura né?
      E eu tinha parado mesmo, mas sempre fica aquele gostinho.. Blogueira uma vez, sempre blogueira kkkk
      Beijos linda!

      Excluir
  3. ansiosa para parte dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posto ainda essa semana!!! Fica ligada ;)

      Excluir
  4. Nique, você colocou sua cota de escola pública na opção para pardos, mas você tinha declarado que era parda também na inscrição do Enem ou só na do Sisu? Eles pedem algum tipo de comprovação? O que você usou?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii, no Enem só acho que falei da escola publica, só declarei a cota para pardos no sisu. E não pedem nenhuma comprovação não, só se for pela cota de renda!!
      Beijos!

      Excluir