24 de outubro de 2015

#Livro | Um Ano Inesquecível



Comprei o livro só por causa da Bruna Vieira, pronto falei. Nunca li nada da Paula Pimenta, nem da Thalita Rebouças e vou contar para vocês que nunca tinha ouvido falar na Babi Dewet. Mas como tudo na vida tem uma primeira vez...

Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas... E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.
Um Ano Inesquecível é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

INVERNO

Com o título "Enquanto a neve cair" Paula conta o drama invernal de Mabel, uma garota de 14 anos que quer passar a sua última semana de férias num sítio junto com suas amigas, mas o motivo principal não é esse e sim por que o crush também vai estar lá. Ela só não contava com os planos de seus pais que marcaram uma viagem para o Chile para a mesma semana.

No começo, a história demorou para me prender, achei Mabel muito reclamona e birrenta. Poxa ela tava indo pro Chile!! E queria ficar por causa de um boy? Relou Mabel! Então o fato dela sempre estar de cara fechada para tudo e zero expectativa com a viagem me deixou um pouco sem paciência. Mas aí ela chegou lá né, e não saía do Whatsapp querendo saber de tudo o que estava acontecendo com o crush no sítio. Mas cá entre nós, ele era um cafa dos piores. Normal né, a gente sempre gosta de quem não gosta da gente e acha que um milagre vai acontecer e ele vai se apaixonar da noite pro dia. Eu nunca vi alguém tão imã de babado, confusão e gritaria que nem essa menina. A história é cheia daqueles clichês românticos que nunca acontecem na vida real, mas que faz o nosso coração bater mais rápido. E no final me surpreendeu.

OUTONO

O "Som dos Sentimentos" é o conto da Babi, que narra o romance quase platônico entre Anna Júlia, uma aspirante a advogada e João Paulo, um estudante de música. Os dois se viram pela primeira vez quando João foi tocar no pátio do MASP, também pela primeira vez e se encantou por Anna de cara. Mas ela sempre passava por ele, apressada e com seus fones de ouvido. Anna é uma menina viciada em podcasts, passava o dia inteiro ouvido isso e detestava música. Como assim, produção? Mas como dizem né, que os opostos se atraem... Anna e João se "encontravam" todos os dias na avenida Paulista e demorou um pouco muito até se falarem de fato, o que deu o empurrãozinho foi o ato muito cavalheiro do rapaz de emprestar seu casaco para ela num dia chuvoso enquanto estavam esperando a chuva passar, e eles se despedem, quando Anna percebe que não devolveu o casado de João. 

Uma coisa que me incomodou foi que a história não conta muito com personagens secundários, uma vez ou outra aparece o pai ou uma amiga de Anna, mas o universo do conto bem restrito ao casal e uma vez ou outra também ela fazia uma referência ao outono pra gente não esquecer. Narrado em terceira pessoa, conta ora do ponto de vista da garota, ora do ponto de vista do garoto. A todo momento era citada alguma música que João tocava e parece que estavam fuçando a playlist do meu celular. Não amei o romance entre Anna e João, não deu aquele frio na barriga sabe?


PRIMAVERA 

"Matemática do Amor" é o conto da Bru. Jasmine é uma garota normal, uma simples mortal como todas nós que não entende como 1 + 1 = 85x²(2/4)-y e eu inventei essa equação e está prestes a perder de ano justamente por causa dessa matéria linda que chamamos de matemática. Como se isso não bastasse, tudo parece que vai dar errado na vida da garota. Principalmente quando sua arqui-inimiga Alice decide infernizar a sua vida e de uma forma bem infantil na verdade. Mas Jas soube se sair muito bem da situação e sambou na cara da vaga, que como vocês imaginam...Não parou por aí. As coisas começam a melhorar para Jas quando ela começa a ter aulas de reforço com um prof estudante de Engenharia, que por outra ironia impossível da vida, ela tinha visto e se "encantado" no metrô.

Como vocês podem imaginar, rola um romance entre os dois. Diferente dos outros contos, esse é contado em primeira pessoa, pela própria Jasmine. Podem me chamar de puxa-saco da Bruna, mas foi minha história preferida. Sobre a primavera, a mãe de Jasmine trabalha com uma floricultura, mas também não vi nada que fosse próprio da estação. Tirando isso, me envolvi super, senti raiva, friozinho na barriga, fiquei triste etc. uma montanha-russa de emoções. Gostei da forma como todos os personagens interagiram e como é romance né, a gente já prevê o clichê no final. Deu tudo certo para a garota que teve seu final feliz.


VERÃO 

Por último, mas não menos importante "Amor de Carnaval" é o conto da Thalita. A história gira em torno de três amigas: Inha, Kaká e Tati. Antes da história de fato acontecer, Thalita nos faz conhecer um pouco de cada garota, suas personalidades são bem definidas, com muita praia e muito samba. Inha é a mais centrada de todas, quer ser nutricionista; Kaká sonha com seu príncipe (e não estou falando em metáfora, é príncipe mesmo!); e Tati que almeja a fama custe o que custar. Por falar nela, grande parte das confusões de "Amor de Carnaval" acontecem por causa dessa louca dos holofotes, quando as meninas saem num site como "amigas de irmã de ficante de fulana famosa" e acaba virando uma bola de neve.. Como o título diz, o romance dessa vez acontece na festa menos romântica e mais pegação de todas: o carnaval. Inha já estava desacreditada no amor e sempre esteve convicta de que não existem amores de carnaval. Mas em pleno camarote na Sapucaí, aparece Guima-olhos-de-kiwi para provar o contrário. Só que, claro, não podia ser tão fácil assim né? Inha acaba descobrindo algumas coisas sobre Guima da forma mais improvável possível: numa manchete de site de fofoca!!!

Eu achei que o romance na história demorou um pouco para desenrolar, mas gostei do tema tratado, de como as pessoas ficam famosas "do nada", de como qualquer beijo vira notícia, de como a vida das pessoas podem ser tão expostas e como isso pode refletir na vida pessoal delas etc. Alguns gostam, como a própria Tati da história que era adepta do jargão "falem bem, falem mal, mas falem de mim". No final, Inha ainda tentou se fazer de durona, mas não resistiu ao amor, nem aos encantos de Guima e todos tiveram um happy ending.


Alguém já leu o livro, quer ler? Comentem o que acharam ou suas expectativas!!!
BEIJOS, BEIJOS

5 comentários:

  1. Adoreiii, não tinha ouvido falar do livro mas parece incrível e a sua resenha ficou ótima ♥.♥
    Beijão, www.desapegaadri.com

    ResponderExcluir